Fim do crédito rotativo: como quitar a dívida com empréstimos online

Fim do crédito rotativo: como quitar a dívida com empréstimos online

O crédito rotativo é o grande pesadelo de quem está devendo no cartão de crédito. No entanto, a partir de abril, o Banco Central determinou que os bancos terão que oferecer uma alternativa para a cliente quitar o débito com juros menores depois de 30 dias de uso do rotativo (saiba mais sobre a nova regra aqui).

Pode parecer ótimo, porém, ainda não se sabe como as instituições financeiras procederão, pois o Governo Federal permitiu que cada uma definisse quais alternativas ofereceria. Isso significa que os bancos podem colocar à disposição das clientes opções não tão vantajosas, com taxas de juros próximas às praticadas no crédito rotativo – ou seja, ainda altas.

Nessas horas, é preciso ser esperta: se você está com uma dívida no cartão de crédito, o melhor a ser feito é trocar dívidas caras por dívidas baratas. Aqui entram os empréstimos online, que geralmente oferecem taxas mais atrativas.

No entanto, vale lembrar que é necessário muita cautela antes de fechar qualquer contrato. Informe-se sobre a credibilidade da instituição e fique de olho em todos os detalhes da cláusula. Se preferir, leve o documento com você para analisá-lo por uns dias antes de dar a sua assinatura. É só assim que você descobre se existem taxas altas escondidas entre as letras miúdas.

A seguir, comparamos quatro plataformas disponíveis no mercado.

credito-rotativo-divida-cartao-emprestimo-online

Lendico

Taxa de CET (Custo Efetivo Total) mínima: 3,02% a.m. e 43,70% a.a.

Valores oferecidos: de R$ 2.500 a R$ 50 mil.

Principais características:

  • Parcelamento em até 30 meses;
  • Pré-análise em menos de três minutos;
  • Dinheiro depositado em até 4 dias úteis.

Geru

Taxa de CET mínima: 2,3% a.m. e 30,8% a.a.

Valores oferecidos: de R$ 2 mil a R$ 50 mil.

Principais características:

  • Parcelamento de 12 a 36 meses;
  • Dinheiro depositado em média de dois dias;
  • Avaliação de crédito 100% informatizada.

Just

Taxa de CET mínima: 2,8% a.m e 39,3% a.a

Valores oferecidos: de R$ 1 mil a R$ 35 mil.

Principais características:

  • Parcelamento de 6 a 24 meses;
  • Análise de crédito em menos de dois minutos;
  • Promete contratação do empréstimo completa em cinco minutos.

Creditas

Taxa de CET mínima: 2,46% a.m e 33,86% a.a (veículo como garantia); 1,25% a.m e 16,08% a.a (imóvel como garantia)

Valores oferecidos: de R$ 2 mil até 80% do valor do veículo pela tabela FIPE (veículo como garantia) ou até R$ 2 milhões (imóvel como garantia)

Principais características:

  • Empréstimo com garantia de imóvel ou carro;
  • Parcelamento 12 meses a 5 anos (veículo como garantia) ou 20 anos (imóvel como garantia);
  • Dinheiro depositado de 2 a 5 dias úteis (veículo como garantia) ou 4 a 8 semanas (imóvel como garantia);
  • Pré-aprovação de crédito em três passos.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Ana Paula de Araujo

Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

close