Ganhar mais ou ter mais qualidade de vida?

Ganhar mais ou ter mais qualidade de vida?

*Love Mondays

Em tempos de crise é comum ocorrerem grandes demissões, ou até demissões coletivas e voluntárias. Para os profissionais que permanecem contratados, as tarefas dobram e os prazos de entrega continuam agressivos. Nesse cenário o tempo para a vida pessoal diminui e, para não perder o emprego, o encontro com amigos, o jantar em família e o happy hour com a turma do trabalho acabam saindo da agenda para dar lugar a mais horas de trabalho.

Se de um lado da balança temos mais dedicação à empresa – que pode gerar um crescimento profissional quando a economia melhorar, do outro -, fica a culpa por abandonar os amigos e família. Mesmo com escassez de vagas, é comum alguns profissionais começarem a procurar novas oportunidades que lhes ofereçam mais  equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. O problema nessas horas é avaliar se essa decisão é realmente certa e se, futuramente, pode gerar arrependimento.

Você também pode gostar:
Vídeo: Camila Achutti fala sobre carreira em programação
3 equívocos que podem atrapalhar a sua carreira
7 atitudes que podem sabotar a sua carreira

trabalho_love_mondays

Continue a ler a matéria na próxima página!

O primeiro passo nesses momentos é avaliar seu trabalho anterior e ver se apenas uma mudança de processos ou de rotina não deixará as coisas melhores. Por exemplo: que tal reorganizar sua agenda e deixar um tempinho para você? Pode parecer difícil, mas se você determinar um horário definido para fazer academia ou um curso do qual goste, verá que o restante do tempo será suficiente para realizar suas atividades. Dedicar um dia para fazer home office também pode ser uma boa alternativa.

Se nem assim você conseguir ter mais qualidade de vida pode ser a hora de fazer a troca por um outro trabalho. Nesse momento, pense nas atividades que você desenvolverá na outra empresa e se isso lhe dará satisfação – geralmente, pessoas que têm muitas responsabilidades se sentem mal se não assumirem diversas tarefas em outros trabalhos. Analise se você terá realmente mais tempo para você e sua família e se a redução salarial não trará problemas às suas finanças.

Depois de pensar em todos os aspectos, se ainda assim você achar que a melhor alternativa é deixar seu emprego para trabalhar menos, é hora da mudança. Tenha foco, determinação e certeza do que quer e siga adiante. Boa sorte!

Sobre o Love Mondays:

A maior comunidade de carreiras do Brasil onde você descobre os salários e satisfação dos funcionários em cada empresa. Com mais de 500 mil avaliações e faixas salariais postadas por funcionários de 70 mil empresas de todo o Brasil, você tem as informações que precisa para fazer uma boa escolha de carreira.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Love Mondays

Love Mondays

<3 Trabalho

close