Não se empolgue com o empréstimo consignado!

Não se empolgue com o empréstimo consignado!

Depois de passar muitos meses enrolada com uma dívida cara que não para de crescer, você resolve recorrer a um empréstimo com taxas e juros baratos para quitar aquilo que deve. Nessa hora, se você for aposentada, funcionária pública ou trabalhar com carteira assinada, é bem possível que recorra ao empréstimo consignado.

Por ter baixo risco de calote, esta modalidade de empréstimo tem juros mais atraentes. O valor mensal das parcelas é descontado direto na folha de pagamento. De um modo geral, a regra determina que a parcela não pode exceder 30% do valor total do salário ou benefício.

A desvantagem do consignado é que a empresa que concede o empréstimo é escolhida pelo empregador, ou seja, você só poderá optar pela proposta que lhe for mais viável se for aposentada ou pensionista. Em todo caso, ainda que você sinta-se atraída pelos juros menores desta modalidade, vale a pena pesquisar outros empréstimos pessoais no mercado para saber se o Custo Efetivo Total (CET) do consignado está realmente valendo mais a pena.

Como adequar o orçamento?

Quando você vê a possibilidade de ficar livre de uma dívida cara usando um empréstimo com juros bem menores, os olhos até brilham! Mas o que você precisa manter em mente é que este dinheiro vai sair direto da sua renda bruta, ou seja, é preciso fazer um planejamento para viver com menos dinheiro, até que você consiga pagar completamente o empréstimo.

O fato de fazer uma troca por um empréstimo mais barato não significa que você saiu do vermelho. Se continuar comprometendo a sua renda gastando mais do que realmente pode, o uso do consignado não passará de uma solução paliativa.

cuidados antes de tomar o empréstimo consignado

O ideal é que você encare este empréstimo como uma segunda chance, uma oportunidade de livrar-se da dívida cara e repensar suas despesas e a maneira como lida com o dinheiro. Essa a sua chance de tornar-se uma pessoa mais controlada na hora de lidar com o crédito.

Fique atenta

Para reforçar tudo que acabamos de falar, fica aqui um alerta. Antes de assinar o contrato para tomar o empréstimo consignado, fique muito atenta a todas as cláusulas. Se for estabelecido em contrato, a instituição financeira poderá debitar em sua conta os valores de parcelas de empréstimo consignado não descontadas por término do vínculo empregatício.

Para conhecer melhor as regras desta modalidade de empréstimo, vale a pena dar uma olhada no material que o Banco Central disponibilizou sobre o assunto.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close