Negociação: 3 dicas para ter sucesso em um acordo de negócios

Negociação: 3 dicas para ter sucesso em um acordo de negócios

Se por um lado muitas mulheres ainda têm medo ou vergonha de se imporem em uma negociação, por outro, ainda há quem queira fechar negócio rapidamente na ânsia de encontrar uma solução rápida para um problema no empreendimento. Essa situação é especialmente comum quando um negócio está passando por apuros – algo corriqueiro com o atual cenário econômico nacional. Contudo, apressar as coisas e focar apenas em soluções de curto prazo, sem pensar nas consequências futuras, é um grande risco.

De acordo com especialistas da Universidade de Harvard, a pressa é inimiga da perfeição em acordos de negócios. Por isso, o segredo é trazer à mesa de negociação uma genuína preocupação com os efeitos em longo prazo do que está sendo discutido. A seguir, você confere três dicas dos experts da universidade americana para ser bem sucedida em acordos de negócios.

1. Inclua na conversa considerações de longo prazo

Ok, você já entendeu que é preciso se preocupar com o que acontecerá a longo prazo, especialmente durante a fase de implementação do contrato de negócios. Agora, sua missão é convencer os demais envolvidos a também terem este olhar para o futuro – mesmo que preocupações de curto prazo, como um problema financeiro atual, sejam uma ameaça muito próxima. Faça o que puder para alertar a todos sobre as consequências de fazer uma negociação mal-pensada.

Além disso, dê prazos que permitam que todas as partes tenham tempo suficiente para refletir sobre os prós e contras da parceria.

negociacao-acordo-negocios

2. Construa um relacionamento de confiança mútua

Quanto mais tempo você leva para entender as partes envolvidas no negócio, mais armas terá para decidir se a parceria é ou não uma boa ideia. Mesmo se você se der bem com essas pessoas, procure informações sobre a cultura organizacional e compartilhe com elas a sua própria cultura. Quais valores e normas os colaboradores de ambas as partes devem seguir? Como eles são selecionados e treinados? Visite a empresa que você deseja fechar negócio e converse com os funcionários de diversas áreas. Vale a pena saber exatamente com quem você está lidando – mesmo que você esteja apenas querendo fechar um acordo de vendas.

3. Prepare-se para circunstâncias adversas

Ser excessivamente otimista em relação ao futuro pode minar suas negociações. Quando temos expectativas que não são compatíveis com a realidade, temos a tendência de procurar apenas informações que vão confirmar a visão que já temos, passando por cima de qualquer dado que coloque o acordo em xeque.

Uma boa empreendedora também deve ser capaz de visualizar o pior cenário, incluindo as possibilidades de conflito durante a parceria. Divergências podem ser resolvidas de duas maneiras: a primeira é se colocando à disposição para fazer reuniões diante de qualquer sinal de discórdia, insatisfação ou mal-entendidos que possam surgir. Em segundo lugar, é indicado incluir no contrato cláusulas que ajudem a lidar com estes conflitos.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Ana Paula de Araujo

Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

close