O guia definitivo para comparar e escolher o melhor investimento

O  guia definitivo para comparar e escolher o melhor investimento

Na hora de investir o seu dinheiro, sempre bate aquela angústia: estou tomando a decisão certa? Afinal, são inúmeras as possibilidades: Tesouro Direto? CDB? LCI? Fundo de investimento? Em qual corretora? Qual título?

Muita gente se sente paralisada na hora de fazer a escolha do melhor investimento. Mas não precisa ser assim.

Investir não pode ser encarado como um grande desafio, único e enorme. O ideal é que você encare ele como um processo: primeiro, você escolhe a corretora. Depois, compara algumas opções de investimento, e só então você escolhe o título adequado.

Mas parece difícil comparar dois tipos diferentes de investimento. Cada um tem as suas particularidades, seu propósito, seu horizonte de tempo. E – não podemos esquecer – a sua rentabilidade.

Antes de você escolher um investimento, você precisa saber as respostas para estas cinco questões:

  1. Qual é o meu objetivo para este investimento? – Você quer fazer um fundo de emergência ou poupar para a aposentadoria? Isso faz muita diferença na hora de definir o investimento correto para você
  2. Qual é o prazo que tenho para realiza-lo? – 6 meses? 2 anos? 30 anos?
  3. Quanto dinheiro tenho disponível? – Muitas aplicações possuem um valor mínimo de investimento inicial
  4. Quanto a aplicação custa? – Quais são as taxas? Tem cobrança de IR?
  5. Qual pode ser o retorno?

guia-como-investir

Na hora de pensar na rentabilidade, você precisa olhar para ela como um todo. Como assim? Eu te explico.

Rentabilidade é o retorno que você pode ter com aquele investimento. Mas ela precisa ser vista da seguinte forma:

  • Líquida – O que entra no meu bolso (após IR e taxas)
  • Real – Descontada a inflação (é dolorido fazer esta conta, mas com o retorno real, você sabe exatamente quanto aquele dinheiro vai valer, de acordo com o custo de vida de hoje
  • Acumulada – Entender quanto aquela aplicação vai render até o fim do seu prazo de investimento

Pegue um exemplo: CDB e LCI. Muita gente tem dificuldade de saber qual deles é a melhor opção – afinal, um tem cobrança de IR (o CDB), e o outro não (a LCI). Então veja aqui o raciocínio correto para te ajudar a tomar a decisão:

 CDBLCITesouro Selic
PrazoBom para reservas de médio prazo. Mas fique de olho: algumas instituições não oferecem liquidez imediataIdeal para o médio prazo. Mas fique de olho: geralmente, eles têm uma carência mínima de 6 meses a 1 anoIdeal para o médio prazo. Mas fique de olho: apesar de ter liquidez diária, se vender antes do vencimento em momentos de turbulência, pode haver prejuízo
Valor inicialA partir de R$ 1.000A partir de R$ 10.000A partir de R$ 30
CustoTem cobrança de IRNão tem cobrança de IRTem cobrança de IR
Rentabilidade Ex: 99% do CDI Ex: 94% do CDIPorcentual da taxa Selic
Rentabilidade Líquida(Com Selic a 9,25%)
7,35%
(Com Selic a 9,25%)
8,46%
(Com Selic a 9,25%)
9,25%
Rentabilidade Líquida RealCom inflação de 4,5% no ano
2,72%
Com inflação de 4,5% no ano
3,78%
Com inflação de 4,5% no ano
4,54%
Rentabilidade Líquida Real AcumuladaEm cinco anos, o CDB vai render 14,36%Em cinco anos, a LCI vai render 20,38%Em cinco anos, o Tesouro Selic vai render 24,86%

Ou seja: esta LCI rende mais do que o CDB. Uma diferença que parece pequena (1 ponto porcentual a mais por ano) tem um impacto grande em cinco anos. Mas ele só faz sentido para quem não vai precisar daquele dinheiro em menos de seis meses, por exemplo. Já o Tesouro Selic rende melhor do que todos, especialmente no longo prazo.

Mas não se preocupe: você não precisa saber fazer esta conta. Mas o seu gerente é obrigado a fazer ela para você. Assim você consegue comparar alhos com bugalhos.

A sua obrigação é saber fazer estas perguntas. Com as respostas delas, fica muito mais simples de tomar esta decisão e escolher o melhor investimento para você.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close