Os segredos da publicidade para lhe estimular a gastar

Os segredos da publicidade para lhe estimular a gastar

Controlar os gastos quando a situação da conta bancária começa a ficar próxima do vermelho é um grande sacrifício para muitas de nós! Bom, mas no fim das contas nós temos que concordar que o sacrifício vale a pena!

Com auto-controle e força de vontade para não ceder às tentações do consumo, ficamos com mais dinheiro na carteira e ainda nos livramos daquela sensação horrível de culpa quando pagamos caro por algo que nem estamos precisando naquele momento.

Bom, e se você pensa que quem está interessado em vender te fisga somente com as enormes placas anunciando descontos e promoções, está muito enganada!

As estratégias para seduzir a consumidora são bem sutis e surgem até em detalhes que podem parecer totalmente despretensiosos. O portal de notícias Business Insider traz um vídeo que ilustra algumas das táticas que são usadas para te convencer a comprar. É interessante analisar algumas estratégias e ver como elas podem fazer efeito em nosso subconsciente.

As iscas da publicidade

Como você acredita que as cores das logomarcas e dos anúncios são escolhidas? O objetivo aqui não é somente deixar a propaganda esteticamente interessante. As cores tem o propósito de provocar emoções no público. Como mostra o vídeo no link acima, o azul é usado para inspirar confiança, o verde para remeter ao frescor e o vermelho em alusão à excitação.

As táticas são semelhantes às que são adotadas no mundo das artes. Quer um exemplo? O museu de arte contemporânea Inhotim, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, uma das principais atrações é a obra “Desvio para o vermelho“, de Cildo Meireles. Em um ambiente totalmente decorado com objetos vermelhos, a intenção do artista é justamente despertar no público a excitação sensorial.

Já reparou também como os anúncios em revistas trazem os modelos com as pupilas dilatadas? Conforme explica o vídeo, a tática é usada porque as pessoas se sentem mais atraídas pelas pupilas desta maneira. O recurso é usado principalmente quando o rosto dos modelos (as) é o foco do anúncio, como em propagandas de shampoo, perfumes, etc. O excesso de brilho, as poses voltadas para a sensualidade, o luxo ostentado nas imagens, tudo isso remete a sentimentos e sensações que fazem parte do desejo humano.

taticas publicitárias para estimular o consumo

Outro detalhe interessante é o cuidado para escolher as fontes usadas nos textos e também o formato das imagens. Os publicitários tendem a escolher formas arredondadas. Pode parecer engraçado, mas isso é feito porque as formas pontiguadas e afiadas remetem a sensações ruins, que fazem alusão à dor, o tipo de sentimento que não tem nada a ver com quem tem a intenção de consumir! Para evitar o despertar de sensações negativas, vem a escolha por justamente o oposto, as formas mais arredondadas.

A forma como o cérebro processa as informações contidas no anúncio também influenciam na hora de decidir o posicionamento de textos e imagens em um anúncio. Normalmente as imagens vem à esquerda e os textos à direita.

A força das artimanhas

Não dá para subestimar o poder de alcance de uma propaganda bem feita. Seja pelos exemplos que citamos acima ou por outras táticas muito comuns, o objetivo final pode ser alcançado sem que você nem perceba as “armas” que estão sendo usadas para te fisgar.

Aposto que você já entrou numa padaria, mesmo com a geladeira cheia em casa, só por ter passado na porta e sentido aquele cheirinho de pão recém saído do forno. E a vontade que dá de ficar horas passeando pela loja de enxovais, sentindo aquele cheirinho de odorizador de ambientes?

A repetição é outro recurso que costuma ter um forte apelo com o público. Repare bem, como o período eleitoral está cada vez mais próximo, chega a acontecer da mesma propaganda política passar duas vezes em um só intervalo comercial, principalmente em horário nobre. O mesmo recurso costuma ser usado por concessionárias de veículos que anunciam dias de feirões.

Portanto, caras amigas, se hoje o seu objetivo for reduzir os gastos, fique atenta aos detalhes que podem te colocar na “armadilha” do consumo. Quando o assunto é vender, nenhuma ação publicitária é aleatória!

 

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close