Por que entender as notícias da Bolsa de Valores?

Por que entender as notícias da Bolsa de Valores?

*Mariana Ribeiro

Você já se perguntou por que em todo noticiário o jornalista faz um comentário sobre a Bolsa de Valores? Dizem sobre o sobe e desce da Bolsa, enfatizando uma importância que pode passar despercebida para a maioria das pessoas.

Qual o impacto dessas informações na sua vida?

Entrevistei Marcos Amaral Campos Filho, mestre em economia pela FGV e consultor de investimentos que nos mostra o porquê de estar atenta a essas informações.

Ele explica que quando é noticiado que a Bolsa de Valores caiu, por exemplo, significa que, na média, as principais ações que compõem o Índice Bovespa- chamado de Ibovespa – desvalorizaram em relação ao dia anterior. Isso não significa necessariamente que todas as empresas que compõem o Índice ou participaram do pregão tiveram o mesmo comportamento. Isso significa que nem todos os investidores perderam capital naquele momento. Na verdade, quer dizer que, na média, os principais papéis do Índice Bovespa caíram naquele dia.

A presença da Bolsa no noticiário diário se dá porque ela representa um termômetro: primeiro das expectativas dos participantes de mercado com relação à performance das empresas nacionais e, em segundo lugar, com relação a eventos que possam influenciar o desempenho da economia, sejam eles de iniciativa nacional (como aumento de impostos ou redução de taxa de juros) ou internacional (uma mudança na política monetária dos Estados Unidos). Atualmente, o mercado de Bolsa brasileiro é altamente concentrado em poucos grupos econômicos, já que o Ibovespa é formado por 58 ações de 55 empresas.

bolsa_de_valores

O índice representa uma carteira teórica de investimentos que reúne as principais empresas brasileiras negociadas em Bolsa. Ele é reavaliado a cada quatro meses – nos intervalos entre janeiro, maio e setembro. Para que uma empresa faça parte do índice é preciso cumprir critérios como: não estar em processo de recuperação judicial, ter relevância em volume negociado e liquidez no mercado.

Os movimentos dos preços das ações são resultado da interação entre compradores e vendedores, baseados em suas interpretações sobre o valor que entendem como justo para ações. A importância dos movimentos de tendência é que eles confirmam um comportamento do mercado. Assim, altas seguidas mostram um momento de otimismo na economia, enquanto as baixas representam o receio quanto ao desempenho das empresas. Sendo assim, os movimentos da Bolsa têm uma forte influência no nível de emprego, renda e juros do País, para citar algumas variáveis.

Deste modo, entender os movimentos da Bolsa é importante não só para quem aplica em renda variável, mas também para acompanhar o humor do mercado em relação à economia.

Mariana Ribeiro é analista financeira e pesquisadora da vida de Eufrásia Teixeira Leite, a primeira brasileira a investir na Bolsa de Valores. Tem como projeto desenvolver material que ensine, estimule e empodere mulheres no mercado financeiro.  

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Mariana Ribeiro

Eufrásia

close