Quanto ganham as suas personagens favoritas da TV

Quanto ganham as suas personagens favoritas da TV

“Quanto você ganha?”: a pergunta é bastante inconveniente na vida real e na ficção. Talvez, você aprenda tudo sobre a vida das atrizes mais queridas da ficção nas colunas de fofoca e nas listas da Forbes, mas dificilmente descobre detalhes sobre a vida financeira delas nos roteiros.

Será que Carrie Bradshaw e suas amigas, em Sex and the City, ganhavam bem para conseguir manter as noites agitadas em Nova York, sem deixar de pagar o aluguel e as parcelas dos sapatos Manolo Blahnik? Ou ainda, quanto será que Annalise Keating recebe para dar aulas de direito e defender casos super difíceis em How To Get Away With Murder?

Estas e outras dúvidas foram tiradas pela PayScale, instituição especializada em pesquisas sobre salários. A plataforma considerou a época em que as histórias dessas mulheres estão inseridas, cidade em que moram e faixa salarial da profissão – e os dados são suficientes para tirar nossas dúvidas em relação às finanças das personagens.

Você também vai gostar de:
Clubes culturais e feministas para aderir em 2016
5 motivos para assistir As Sufragistas no cinema
5 coisas com as quais a nova geração de mulheres não gasta dinheiro

Listamos para você o salário de algumas das personagens mais populares da TV e analisamos se o valor condiz com o estilo de vida de cada uma. Agora, você pode finalmente tirar a sua curiosidade, sem se sentir mal. Afinal, estamos falando de ficção, não é mesmo?

Um detalhe: fizemos as contas do valor em reais da renda anual das personagens apenas como um guia. Atualmente, com o dólar a R$ 4, está impossível de comparar os preços e padrão de vida no Brasil e no exterior…

Samantha Jones, de “Sex and the City”
Profissão: Diretora de relações públicas

Assim como as amigas, também protagonistas de Sex and the City, Samantha Jones tem uma vida, no mínimo, glamourosa. Ela tem um guarda-roupa recheado de peças de grife e nenhum medo de comprar mais. Tudo isso para estar sempre deslumbrante para as noites nos restaurantes e clubes mais chiques da cidade, além das viagens de primeira classe.

The acordo com PayScale, uma diretora de relações públicas em Nova York recebe até US$ 112,700 por ano (cerca de R$ 450 mil). Considerando que até o final da série Samantha já tinha um nível alto de experiência, podemos imaginar que ela conseguiria até lucrar mais do que isso, não fosse o padrão de vida fora da realidade.

Monica Geller, de “Friends”
Profissão: Chef

Durante as 10 temporadas de Friends, Monica Geller transitou por muitos trabalhos, alguns bem furados e mal pagos, até finalmente realizar o sonho de ser chef e comandar a cozinha de um grande restaurante. Exceto a situação da segunda temporada, quando ela passa um período desempregada, Monica sempre manteve um estilo de vida confortável, com direito até a boas viagens, roupas e a manutenção do Porshe que ganhou do pai.

De acordo com a PayScale, o salário médio de uma Chef executiva é de US$ 75.600 por ano (cerca de R$ 300 mil), valor que não seria suficiente para manter o apartamento enorme em West Village. Mas, considerando que ela herdou o lugar da avó, dividiu os gastos por um bom tempo com a amiga Rachel Green e com o marido Chandler Bing, até faz sentido.

Continue a ler a matéria na próxima página!

Mindy Lahiri, de The “Mindy Project”
Profissão: Ginecologista e obstetra

O estilo de vida da Dra. Lahiri é indefinido. Ao mesmo tempo que ela mantém um apartamento super chique para os padrões de Nova York, ela precisa andar de transporte público, ao contrário de outras personagens que moram na mesma cidade e adoram passear de táxi.

O salário médio anual para a profissão de Mindy seria de aproximadamente US$ 190 mil (cerca de R$ 760 mil). Se o aluguel não for muito caro, sobra bastante para um fundo de emergência e para investimentos – e ainda daria para andar de taxi (ou até de motorista)!

Meredith Grey, de “Grey’s Anatomy”
Job: Chefe do centro cirúrgico

Meredith Grey passa muito tempo no trabalho e o pouco tempo de folga, tentando lidar as situações que começam no trabalho. Será que o salário vale a pena para tanto sofrimento ou ela faz puramente por paixão à profissão?

Bom, apesar das dificuldades, Meredith tem uma boa renda anual: US$ 112.700 (cerca de R$ 450 mil).A grana pode render com a vida em Seattle, mais barata que em Nova York.

Max e Caroline, de “2 Broke Girls”
Profissão: Garçonetes

A série é justamente sobre como Max e Caroline se viram para juntar dinheiro para um negócio próprio, economizando o máximo possível com comida, alimentação e transporte, na cidade de Nova York. Caroline até deixa o luxo da vida de socialite para costurar as próprias roupas e comprar em brechós, depois que o pai é preso e a família declara falência.

Esta é a única série que deixa a situação financeira das personagens bem clara, sempre ao final de cada episódio. Segundo a PayScale, a faixa salarial de US$ 15,30 por hora, ou cerca de US$ 2.500 por mês (R$ 9.800), acaba deixando a dupla cada vez mais longe do sonho de abrir uma loja de Cup Cakes.

Continue a ler a matéria na próxima página!

Kara, de “Supergirl”
Profissão: Jornalista

Um trabalho estressante e um guarda-roupa bastante modesto. É, parece que a Kara, de Supergirl, condiz bastante com a realidade da personagem, que trabalha com jornalismo. Mas como será que ela banca aquele apartamento lindo e completamente decorado em Manhattan?

Com a renda anual de US$ 33 mil (RS$ 132 mil), fica bem difícil. Ela poderia conseguir ganhar US$ 69 mil ao ano se fosse promovida a editora, mas isso demoraria para uma profissional recém-formada.

Os fãs de Supergirl não são tão discretos e começaram a questionar a existência daquele apartamento. Foi então que os criadores adicionaram Mrs. Needleberg, uma vizinha boazinha que ajuda Kara cobrando menos pelo aluguel.

Jessica Jones, de “Marvel’s Jessica Jones”
Profissão: Investigadora Particular

Jessica vive de freelas, o que faz o lucro mensal ser instável. Em compensação, ela é a própria chefe (alguém com o temperamento dela não se sai tão bem obedecendo outra pessoa) e faz os próprios horários.

Jessica vive somente com o necessário em roupas e mobília. Considerando que ela está sempre ocupada resolvendo os problemas dos clientes e ainda combatendo Killgrave, não sobra muito tempo para entretenimento, a não ser que você a convite para beber no bar mais simples de Hell’s Kitchen.

É bom que Jessica saiba viver com pouco, uma vez que o salário de investigadora se limite a US$ 72 mil por ano (RS$ 288 mil).

Annalise Keating, de “How to Get Away with Murder”
Profissão: Professora de Direito Penal

A PayScale levou em consideração apenas o trabalho como professora universitária de Annalise Keating. Melhor deixar o trabalho suspeito que acontece em sua casa/escritório entre ela e seus assistentes.

Sendo assim, Annalise tem um salário de US$ 127.530 por ano (RS$ 510 mil) para preparar aulas, fazer pesquisas acadêmicas e, é claro, ministrar Direito Penal para seus alunos. Ela está sempre elegante para se apresentar bem nos tribunais, mas não parece ter gastos extravagantes. Logo, deve saber saber administrar bem seus ganhos.

Foto: Reprodução de How to Get Away with Murder, da ABC Studios.

Gostou do nosso conteúdo? Então clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close