Quanto gastar com o presente de Dia das Mães

Quanto gastar com o presente de Dia das Mães

*Carolina Ruhman Sandler

Junto com o Natal, o Dia das Mães é uma data imbatível no comércio. Nem Dia dos Pais, nem dos Namorados chegam perto do volume de vendas registrado no Dia das Mães. E não é à toa: quem quer economizar com a própria mãe?

Esta é uma data que todo mundo gosta de caprichar. Flores, presentes, um almoço caprichado em família… Para quem já é mãe, a expectativa fica enorme – eu conheço gente que prefere o Dia das Mães ao próprio aniversário!

Vivemos sempre presas à ideia de que quanto mais caro, melhor o presente. Quando você está na loja escolhendo algo para a sua mãe, bate o olho em um vestido maravilhoso, a cara dela. Quando olha para a etiqueta, quase cai para trás. O vestido é quase o dobro do que você estava pensando em gastar.

Você olha o resto das peças, mas nenhuma parece tão bacana quanto aquele vestido. Pensa na sua mãe e bate até uma culpa de querer economizar com ela. A vendedora aparece para perguntar para quem é o presente. Quando você responde que é para a sua mãe, vem o chavão: “Ela merece!”.

E ela merece mesmo – merece tudo que o dinheiro pode comprar. Mas e a sua conta bancária, merece mesmo esse rombo? Nessas horas, parece que tudo conspira para você levar logo aquele vestido e acabar com o sofrimento. Mas nem sempre esta é a melhor opção – principalmente para o seu bolso.

presente_dia_das_maes-min
O problema é que quando comparamos o vestido às outras opções, tudo fica mais sem graça. E o preço do vestido fica marcado na sua cabeça. Qualquer coisa mais barata do que aquele valor vai parecer exatamente isso: barata. Você já ficou, inconscientemente, com uma âncora na sua cabeça: aquele é o valor certo para gastar.

No entanto, não é necessariamente aquele vestido o presente que a sua mãe mais vai gostar. Digo isso por experiência própria: nem sempre o mais caro é o mais bacana. Uma foto linda da família em um porta retrato, um álbum caprichado de fotos, ou até mesmo um passeio em família podem ser presentes muito mais especiais. Uma playlist com músicas da família. Um ingresso para uma peça de teatro. Qualquer coisa que tenha a cara da sua mãe.

Eu sou mãe e posso dizer: os melhores presentes são aqueles que foram pensados e planejados com carinho. Fora que nenhuma mãe ia gostar de saber que os filhos entraram no cheque especial só para dar um presente caprichado.

Por isso, se você quer dar algo especial para a sua mãe, pense menos no cartão e mais no coração: algo criado com carinho é sempre um presente inesquecível.

*Carolina Ruhman Sandler é a fundadora do site Finanças Femininas e coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva). Jornalista, tem 32 anos, é casada e mãe da Beatriz.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close