Saiba se vale a pena fazer seguro para casamento

Saiba se vale a pena fazer seguro para casamento

Depois de tanto tempo sonhando e se dedicando a cada detalhe, ver algo dando errado na cerimônia de casamento pode trazer muita tristeza para o casal. Mas, e se os noivos, além de lidarem com a frustração, ainda tiverem que desembolsar uma grana para arcar com prejuízos? Dar conta da segunda parte é o objetivo dos seguros para casamentos, ainda não tão conhecidos entre quem está organizando a própria festa de matrimônio.

Leitura complementar

Planilha para Organizar o Seu Casamento

Planilha para Organizar o Seu Casamento

Ver mais

Ao contrário do que se imagina, essa não é uma preocupação que se deve deixar apenas nas mãos da empresa que está organizando o evento, pois não são todas que incluem essa cobertura no pacote. Cabe, sim, aos noivos, pensarem na questão. “Existem duas formas de contratação do seguro: por meio do corretor ou das empresas parceiras que distribuem os produtos”, explica Túlio Dias, superintendente executivo de Riscos Especiais e Produtos Massificados do Grupo BB e MAPFRE, que oferecem o serviço.

As sócias da assessoria de casamentos Boutique de 3, Edda Ugolini Martin, Elisa Tavares Bueno e Gizella Luglio, ainda não lançaram mão do serviço, mas o veem como algo positivo. “Se o casal julgar necessário, deve de prontidão considerar o valor da contratação nos custos totais do casamento”, afirmam. Se você contratou uma wedding planner, vale levar a questão a ela.

O custo da segurança

De acordo com pesquisa do Finanças Femininas, o valor mínimo da contratação é de R$ 300 para cobertura básica, que costuma incluir danos corporais e materiais que sejam de responsabilidade dos organizadores. A indenização pode chegar a R$ 100 mil nesta modalidade. Consultamos as operadoras Porto Seguro e o Grupo BB com MAPFRE. “Os valores a serem contratados e os tipos de coberturas vão depender do orçamento dos responsáveis e dos serviços contratados”, explica Marcelo Santana, gerente de Ramos Elementares da Porto Seguro.

seguro-casamento-vale-a-pena

Os valores máximos, no entanto, não foram informados pelas seguradoras. Cada empresa oferece infinitas possibilidades de contratação de coberturas adicionais. Alguns exemplos são danos morais, guarda de veículo de terceiros, de equipamentos usados na realização do evento, condições climáticas adversas e até traje do casamento.

Antes de fechar contrato com uma seguradora, veja o maior número de possibilidades possíveis e decida qual se encaixa melhor em seu orçamento e necessidades.

Vale a pena?

Dado o custo relativamente baixo, a contratação pode ser vantajosa especialmente para casais que estão organizando a própria festa ou estão investindo bastante nos preparos. Contudo, de acordo com as sócias da Boutique de 3, é preciso avaliar caso a caso: pensando onde a cerimônia será realizada, época do ano e outros fatores. Se será a céu aberto no verão, por exemplo, as chances de algo inesperado acontecer são maiores.

Em uma festa organizada pelo trio, um tufão passou na região da cerimônia – que seria feita em uma fazenda – 24 horas antes da comemoração. “Neste caso, se ela tivesse um seguro, teria sido muito bem-vindo”, afirmam. Contudo, ela não tinha. Aqui, as sócias puderam contar com a compreensão dos fornecedores para refazer toda a estrutura da festa sem cobrar a mais por isso, mas e se não pudessem? Por isso, firmar parceria com empresas de confiança pode ser uma boa solução para quem não pode ou não quer contratar o seguro. “É preciso instituir contratos bem elaborados, cuidando para que toda a segurança necessária esteja descrita neles”, ensinam.

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Fotos: Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Ana Paula de Araujo

Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

close