Sem gestão de tempo: saiba como gerenciar a energia faz seu dia render mais com atitudes simples

Sem gestão de tempo: saiba como gerenciar a energia faz seu dia render mais com atitudes simples

Trabalhar muito, descansar pouco e estar sempre exausta – talvez você tenha dito para si mesma várias vezes que deveria fazer uma gestão de tempo melhor para ter mais qualidade de vida. A estratégia é muito difundida, mas pode não ser a solução para sua sensação de que o dia não dura nada. Um artigo da Harvard Business Review defende que, na verdade, é preciso gerenciar a energia, visto que o tempo é um recurso finito, enquanto a energia sempre pode ser renovada.

A teoria foi testada na instituição norte-americana Wachovia Bank com 106 funcionários. O resultado: 71% dos colaboradores participantes disseram ter notado um impacto substancial em sua produtividade e desempenho. A energia possui três pilares: físico, mental e emocional. A seguir, contamos como aplicar o conceito em sua vida e se sentir muito mais disposta.

Corpo: energia física

Não é novidade para ninguém que comer mal, ser sedentária e dormir inadequadamente diminui os níveis de energia de qualquer ser humano – e, com isso, sua habilidade de foco e de gerenciamento de emoções. Raridade é encontrar quem faça tudo isso certinho, pois é difícil encontrar tempo e disposição.

Pare um pouco e se pergunte: você toma café da manhã todos os dias? Pratica atividades que a fazem se sentir mais viva (como bordar, escrever ou estudar música)? Pequenos rituais têm o poder de energizar o corpo e, com ele, a mente e as emoções.

Experimente dormir em um horário adequado. Assim, você conseguirá acordar um pouco mais cedo para se exercitar e, voltando do treino, não dispensará um bom café da manhã. Um hábito puxa o outro para que, ao final do dia, você se sinta mais disposta para curtir a família e se dedicar a outras atividades que a fazem feliz.

gestao-de-tempo-energia

Emoções: a qualidade da energia

Ao tomar controle de suas emoções, não importa a pressão externa que você esteja enfrentando, pois será capaz de manter uma energia alta e de qualidade. Para tanto, primeiro é necessário prestar mais atenção em como você se sente em vários momentos durante o expediente e o impacto destes sentimentos na produtividade. Tente reconhecer quais acontecimentos despertam as emoções negativas.

Durante o estudo, os participantes perceberam que só conseguiam produzir de verdade quando estavam se sentindo bem. No entanto, é impossível estar ótima o tempo todo. Os desafios do dia a dia podem nos deixar impacientes, ansiosas e inseguras – estados mentais que drenam a energia e atrapalham os relacionamentos interpessoais, além de dificultarem que você pense de maneira lógica e clara.

Um ritual simples, mas poderoso contra as emoções negativas, é respirar profundamente pelo abdômen, expirando lentamente por cinco ou seis segundos. Isso fará você relaxar e se recuperar durante o expediente.

Experimente também mostrar o quanto você admira outras pessoas – uma prática benéfica para você e para quem recebe o elogio. Pode ser em um post-it, por email, ligação ou pessoalmente.

Mente: o foco da energia

Diante de tantos afazeres, dar conta de muitas coisas ao mesmo tempo – o chamado multitasking – parece ser uma necessidade. Porém, a atitude piora a produtividade. Os estudiosos perceberam que o simples ato de dividir a atenção entre duas tarefas pode aumentar o tempo para terminar a tarefa principal em 25%. É muito mais eficiente focar de 90 a 120 minutos, dar uma boa descansada e, então, voltar à próxima atividade.

Outra maneira de mobilizar a energia mental é começar o dia com o dever mais trabalhoso. Experimente fazer isso de maneira sistemática. A caminho do escritório, tenha em mente qual é essa tarefa e não desvie a atenção até que ela esteja concluída.

Com mudanças simples, em vez de dizer que “queria que o dia tivesse 36 horas”, é possível apenas curtir o caminho e aproveitar cada momento com o máximo de energia que conseguir.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Ana Paula de Araujo

Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

close