Uma grande conquista pode te livrar dos supérfluos

Uma grande conquista pode te livrar dos supérfluos

*Julia Campos

Quando tomei a decisão de comprar algo bem caro há quase dois anos, sabia das compras que teria de abrir mão. O que eu não sabia era o tamanho do dilema que passaria pela minha cabeça nesse meio tempo.

Comprei um apartamento ainda na planta e a hora de começar o financiamento – que parecia tão longe- finalmente chegou! Se tudo correr bem, as chaves serão entregues no mês que vem.

Desde a primeira parcela até agora, abri mão de muitos prazeres, como. compras pequenas, viagens e experiências. E nesse intervalo me questionei se estava fazendo o certo. Afinal, abri mão de muita coisa para algo que estava distante de ficar pronto. Agora que o momento de pegar as chaves e ver o apartamento pronto está chegando, a certeza de que fiz a coisa certa só cresce. É muito bacana saber que consegui ter a disciplina financeira de economizar uma parte do meu salário nos últimos anos e conseguir algo que sempre foi super importante pra mim.

Obviamente só ficarei 100% tranquila quando o financiamento for aprovado (só quem passa por isso sabe como é o frio na barriga). Depois disso, poderei relaxar um pouco e pensar novamente em uma viagem e algumas comprinhas.

financiar_imovel

Assim como pode acontecer em qualquer decisão importante, encontrei gente que me julgou dizendo que sou muito nova para me preocupar com isso ou que estou pensando muito no longo prazo investindo tanto agora. No fim das contas, a decisão foi minha, priorizando o que iria me fazer sentir feliz para definir o investimento.

Sempre tive o costume de economizar, mesmo quando não tinha nenhuma dívida grande como essa. E devo dizer por experiência própria: foi justamente por saber o tamanho do meu compromisso financeiro que passei a cortar gastos desnecessários.

Toda vez que pensava em comprar algo, acabava me contendo porque poderia guardar a quantia para ajudar a pagar o apartamento. Então abria mão de um sapato novo, que no fim das contas nem faria tanta diferença no meu armário.

Por isso penso que o que mais me estimulou a economizar nesses anos foi essa dívida/conquista que bate à minha porta mês que vem. Vamos torcer para tudo dar certo com o financiamento e que eu possa dormir mais tranquila quando tiver a chave em mãos.

Sucesso em qualquer que seja a sua decisão de investimento. Lembre-se que a alegria do que você escolher tem de ser maior do qualquer sofrimento que ele possa gerar!

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

*Julia Campos é economista e fundadora do blog Economoda. Escreve sobre dicas de economia em moda e cosméticos e ajuda as mulheres a se sentirem mais bonitas gastando pouco.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Julia Campos

Julia Campos

Economoda

close