Vai casar? Não esqueça de falar de dinheiro com o seu noivo!

Vai casar? Não esqueça de falar de dinheiro com o seu noivo!

Se os seus pais te ensinaram que é feio ficar falando de dinheiro, tem uma situação onde essa máxima não se aplica: no casamento. Pelo contrário, quanto mais for falado, melhor é. Você não achou que casar era só escolher um vestido (lindo, por sinal), juntar todas as pessoas que você ama e dizer o tão esperado “sim”, achou?

Um casamento é uma união de duas vidas – e a parte financeira não pode ficar de lado. Quanto mais claro as finanças conjuntas forem para um casal, menor a chance de mal-entendidos, brigas e desacordos. O que está combinado nunca sai caro, não é?

Se você vai casar logo, aproveite a oportunidade para falar de assuntos mais sérios com o seu noivo. Discutir a vida financeira de vocês é importante para construir um casamento de parceria, cumplicidade e com transparência. Quando vocês conseguem dividir a vida de fato, ela fica muito mais rica!

Primeiro, prepare-se. Falar de finanças não é só contar o quanto você ganha (essa é a parte fácil!), mas sim quanto você gasta. Por isso, você precisa ter muito claro com você mesma como funcionam os seus gastos. Faça um levantamento mensal e divida seus gastos por categorias, para saber exatamente quanto você vem gastando com as contas da casa, roupas, manicure, academia, e assim por diante.

Marque uma data. Conte para ele que você quer mostrar as suas contas para ele e conversar sobre a melhor maneira de dividir tudo entre vocês dois e separem um horário para vocês conversarem. Assim você também dá um tempo para ele se preparar e mostra a sua seriedade ao lidar com o tema. Às vezes, pode ser no fim da tarde do domingo e vocês ainda podem emendar com uma pizza e um vinhozinho, para deixar um clima mais leve!

Seja transparente. Não é a toa que falar de dinheiro não é fácil – você pode não querer dividir com ele quanto você gasta com determinados assuntos (todo mundo tem o seu ponto fraco: bolsas, tratamentos no cabelereiro, saídas com as amigas, etc). Mas a partir do momento em que vocês se casam, este dinheiro passa a ser dos dois e novas prioridades surgem, como gastos com a casa e filhos, para dar alguns exemplos. E mais: ao mostrar tudo com clareza, você mostra a ele que ele também pode ser transparente com você. Confiança acima de tudo!

Pensem em como podem dividir as despesas. No momento que os dois sabem dos gastos e renda de cada um, fica muito mais fácil organizar isso. Vocês podem querer deixar isso para depois do casamento, mas já podem começar a pensar em qual seria a melhor maneira de fazer isso. Vocês podem dividir como vocês quiserem, mas deixem claro quem vai pagar cada conta e estabeleçam um limite para o orçamento. Vocês podem definir ter uma conta conjunta ou então achar melhor cada uma manter a sua – não tem resposta certa. Vai depender apenas de como vocês funciona e achar a melhor maneira de botar isso em prática.

Sonhem! Pensem também em uma poupança conjunta, para poderem alcançar os sonhos de vocês: uma casa maior, uma viagem, carro novo… E decidam quem é que vai cuidar deste dinheiro, se será você ou ele, de acordo com os pontos fortes de cada um.

Parece difícil – e é. Mas para um casamento funcionar do jeito que a gente quer, confiança e parceria vêm em primeiro lugar. Então aproveite e se você ainda não teve, tenha logo essa conversa!

E você? Já falou com o seu futuro marido? Como foi? Conte para nós nos comentários!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close