Você precisa ter mais de uma conta bancária?

Você precisa ter mais de uma conta bancária?

Há quem defenda que ter mais de uma conta bancária é a receita para obter o melhor de vários mundos – afinal, com isso, se aproveitaria os benefícios de cada banco, como financiamentos e investimentos. Porém, enquanto a situação pode ser vantajosa em alguns casos, em outros, ela pode colocar a correntista em maus lençóis.

Talvez a primeira pergunta que você deva se fazer para encontrar em qual grupo se encaixa é: para que eu quero ter mais de uma conta bancária?

De acordo com Juliana Inhasz, professora de economia da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), uma das situações onde manter contas adicionais é vantajoso é quando se faz muitas transações para diversos bancos ao longo do mês – pois, desta forma, se evitaria o mar de tarifas de TED ou DOC.

“No geral, deve-se comparar o custo de manter a conta extra com os gastos que a pessoa teria se tivesse que pagar individualmente pelas transferências. Se o custo de manutenção for inferior ao das transações, a cliente poderá considerar ter as contas adicionais”, explica.

Falando em gastos, eles podem ser os vilões de quem tem mais de uma conta bancária. Por isso, é mais fácil considerar ser correntista em mais de uma instituição quando você não paga essas tarifas. Isso, geralmente, acontece quando o banco tem um acordo com a empresa onde a funcionária trabalha, especialmente em contas salário.

mais-de-uma-conta-bancaria

Sinal amarelo

Há, ainda, quem abra uma conta extra para obter benefícios exclusivos, como financiamentos com taxas mais baixas ou condições de investimentos mais atrativas. Para que isso valha a pena, mais uma vez, é preciso fazer alguns cálculos e verificar se a redução das taxas de juros – ou aumento dos rendimentos, no caso de aplicações – é suficiente para cobrir a taxa de administração da conta extra.

“Por exemplo, caso a redução de juros ao abrir uma conta se reverta num desconto médio de R$50 na parcela do financiamento e o custo de manutenção da conta for inferior a este desconto, será válido abrir a conta”, ilustra.

Quando menos é mais

Por outro lado, há casos em que ter mais de uma conta bancária não faz sentido – e, no pior dos cenários, pode provocar uma verdadeira bagunça na sua vida financeira.

“Não é vantajoso nos casos onde as pessoas possuem pagamentos centralizados em um único banco e, nesse caso, não precisam fazer transferências com frequência a outros bancos. Também não é indicado quando as tarifas são elevadas”, resume Juliana.

Além disso, é importante lembrar que ter mais de uma conta bancária significa ter que administrá-las com o mesmo rigor e atenção. Em outras palavras, se você não der conta de controlar seus ganhos e gastos nas diversas instituições bancárias, poderá gastar mais do que deve, se enrolar nas tarifas e, por fim, acabar em uma fria.

Caso você tenha mais de uma conta bancária, mas percebeu que é melhor manter apenas uma aberta, é preciso escolher qual será encerrada – ou quais, dependendo do tamanho do problema.

“Quando a decisão é centralizar as finanças em apenas uma conta bancária, vale encerrar a menos movimentada e com menor benefício frente ao custo. Compare o número de transações que gerariam custos extras em cada conta com suas taxas de administração. Então, escolha ficar com aquela que tem maior benefício frente aos custos”, finaliza.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Ana Paula de Araujo

Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

close