Você sabe como organizar o seu salário?

Você sabe como organizar o seu salário?

Sabemos da importância de controlar os gastos e cuidar da organização financeira. Mas por que muitas vezes deixamos de fazer algo tão essencial? Segundo um levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais do Brasil, 45,8% dos entrevistados não realizam um controle sistemático do seu orçamento. Outros 29,3% dizem que fazem um planejamento “de cabeça”.

Este descuido com os gastos te deixa mais vulnerável às compras por impulso, pode te levar a gastar mais do que deveria com  cartão de débito ou crédito e, consequentemente, ao endividamento. Quanto mais você entende e conhece suas finanças, mais fácil fica para estabelecer suas prioridades e cortar exageros.

>> Aproveite para baixar nossa planilha amiga de orçamento!

Você também pode gostar:
5 maneiras de guardar dinheiro sem perceber
Qual é o segredo para guardar dinheiro todo mês?
Dinheiro não tira férias

É importante encontrar um método que te ajude a ter disciplina no controle do seu dinheiro. Ao contrário do que muita gente pensa, isso não precisa ser difícil ou cansativo. É o que explica a CEO do Finanças Femininas, Carolina Ruhman Sandler, no curso Vida Financeira Equilibrada.

Para dar o empurrão que você precisa para se organizar de vez, citamos aqui alguns segredos ensinados no curso. Você já conhece o método 50/30/20 para distribuir o seu dinheiro?

O que é:

Trata-se de uma fórmula funcional para a sua vida, feita para organizar seu salário de forma sistemática e evitar apertos financeiros.

O sistema ajuda ainda a impor disciplina, pois fica fácil estipular quanto se pode gastar e não deixa brechas para o consumo sem planejamento. Então, para começar a se organizar, divida o seu salário líquido (o valor que cai na conta após a cobrança de impostos) em três partes: 50%, 30% e 20%.

vida_financeira_equilibrada

Comece pelo essencial:

Gastos com alimentação, moradia, saúde, transporte, telefone e internet estão na lista de essenciais. Ou seja, as despesas com as quais você precisa arcar todos os meses. O ideal é que 50% do seu salário sejam suficientes para bancar essas despesas essenciais, que garantem o básico do seu padrão de vida.

Os supérfluos também são necessários:

Você merece ter o seu lazer garantido. Afinal, é para isso que você trabalha! Mas o futuro também é muito importante e não dá para gastar o resto do seu salário em noitadas, não é mesmo?

Para não abrir mão da sua merecida diversão, separe 30% do seu salário líquido para o lazer. Isso inclui também fazer compras, presentes para amigos e familiares, jantares fora, viagens e etc.

Comece a reserva

Com os 20% restantes, você pode se preocupar em criar um fundo para possíveis emergências ou para garantir o seu futuro. Lembre-se de escolher o melhor investimento para proteger este dinheiro e fazê-lo render.

Se você já estiver endividada, este valor pode ser destinado inicialmente para a quitação de dívidas. Vale  também reavaliar a redução dos gastos supérfluos para que aqueles 30% possam ajudar na missão de se livrar do endividamento.

Além de ensinar o método 50/30/20 em profundidade, Carol ensina a aplicá-lo nas suas finanças para não ter erro na sua nova organização financeira. Para descobrir todos os segredos, não perca o curso online Vida Financeira Equilibrada.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close